Clicky

Prévia • 23/02/2019 - 09:08 • Atualizado em: 23/02/2019 - 12:02

Festival Pré-Amp aposta em novos talentos da música alternativa

Festival acontece gratuitamente no polo do Paço Alfândega e contou com a participação das bandas Mundo Livre S.A, nessa sexta-feira, e Ave Sangria encerra a noite deste sábado

por Stefannia Cardoso
Festival Pré-Amp recebe bandas independentes de todo o Estado Rafael Bandeira/ LeiaJa Imagens (Festival Pré-Amp recebe bandas independentes de todo o Estado )

O primeiro dia do festival Pré-Amp, no polo do Paço Alfândega, agitou os pernambucanos no início deste fim de semana pré-carnavalesco. A 16o edição do festival Pré Amp, conta com dois dias de show, prometendo revelar novos talentos da música pernambucana. Esse ano o evento traz como atrações a banda Mundo Livre S.A. e Ave Sangria cada uma encerrando as apresentações.

Sócio fundador do evento e coordenador musical do festival, Fábio Cavalcante contou ao LeiaJá um pouco mais sobre a principal função do evento que já está no calendário de prévias da cidade, “Somos um festival escola, temos um projeto que oferece oficinas, palestras e debates, workshop e cursos, o pessoal que aprende, exerce tudo no evento”, disse.

“Nós abrimos o edital, o pessoal se inscreve, infelizmente só disponibilizamos 30 vagas, para mais de 100 inscrições, quem faz os cursos aqui, trabalha no evento, se profissionaliza aqui. A gente aproveita esse pessoal para trabalhar no Carnaval do Recife", completou.

Segundo o coordenador musical, o evento não possui regras severas para a participação das atrações, busca revelar novos nomes da música pernambucana “A banda não pode ter mais de seis músicas gravadas ou divulgadas, nós sempre abrimos inscrições para bandas de todo o estado, foram 185 inscrições, porém sempre prevalecia as bandas aqui de Recife, então esse ano trouxemos a novidade de dividir as vagas por regiões. Duas vagas para o sertão, duas para Zona da Mata, duas para o Agreste... E por aí vai, aqui para Recife e Região Metropolitana foram quatro vagas. Também procuramos bandas que não tenham letras que rompam com nossos princípios, letras homofóbicas por exemplo, que diminuam a mulher... não aceitamos isso”, ressalta o coordenador musical.

O evento acontece de forma gratuita, procurando revelar novos talentos da música alternativa de Pernambuco. A prévia segundo Fábio é financiada pela Prefeitura do Recife.

“O festival é uma mostra competitiva, onde as bandas concorrem a prêmios. Os 3 primeiros colocados participam do Carnaval do Recife, o primeiro lugar ganha a gravação de um álbum. Estamos na nossa 16o edição, mas ainda estamos fechando o calendário de comemoração de 15 anos. A Prefeitura do Recife nos financia", conta o coordenador.

O festival é uma opção para quem quer sair das tradicionais músicas do Carnaval. "Eu sempre venho para eventos assim, para o Pré-Amp, já é o segundo ano que eu venho. Hoje eu vim para ver o Mundo Livre S.A. Eu gosto porque festivais assim são uma espécie de celeiro musical, é também uma opção para quem não quer muito o agito do Carnaval, quer uma coisa mais alternativa", conta a secretária Verônica Leite.

 

Comentários